Papa emérito visitou o santuário mariano em 1996 e em 2010

Foto: Santuário de Fátima

Fátima, 31 dez 2022 (Ecclesia) – O padre Carlos Cabecinhas recordou hoje a “relação muito especial” de Bento XVI com o Santuário de Fátima, que visitou em duas ocasiões, em outubro de 1996 e em maio de 2010.

“Podemos por um lado recordar o comentário Teológico à Terceira Parte do Segredo, que é da sua autoria, mas recordamos sobretudo a visita a este Santuário no ano de 2010”, destaca o reitor do santuário mariano, numa reação publicada no site da instituição.

O atual reitor foi o responsável nacional da liturgia em todas as celebrações presididas pelo pontífice alemão na sua deslocação ao nosso país, uma peregrinação “particularmente significativa e festiva”.

O padre Carlos Cabecinhas dá conta de “uma profunda gratidão para com o Papa Bento XVI que o Santuário quer manifestar”.

“A gratidão de quem viu nele um pastor, a gratidão de quem pode beneficiar do aprofundamento teológico que ele deu à mensagem de Fátima, a gratidão de quem vê nele um grande amor à Igreja que foi aquilo que conduziu sempre no seu ministério, mas também no ato de renunciar ao seu pontificado”, sublinhou.

O responsável assinala ainda o “grande amor à Igreja” de Bento XVI, demonstrado no momento da sua renúncia, em fevereiro de 2013.

O Papa emérito Bento XVI faleceu hoje aos 95 anos de idade, anunciou o Vaticano; Bento XVI, eleito em abril de 2005 para suceder a João Paulo II, tinha renunciado ao pontificado em fevereiro de 2013, mantendo uma vida reservada no Mosteiro ‘Mater Eclesiae’, do Vaticano.

LS

Bento XVI: Intérprete do Segredo e do futuro de Fátima

Partilhar:
Share