Caminhemos à luz do Senhor!

O Evangelho deste primeiro domingo do Advento é um apelo a estarmos vigilantes e preparados para acolher o Senhor que vem, para responder aos seus desafios à vigilância, para nos empenharmos na construção do Reino. Um Reino que é para sempre e para todos, e tem a marca da justiça, do amor, da paz, da verdade, da vida, da graça e da santidade. Quem segue Cristo e a sua Boa Nova, não pode instalar-se no comodismo, na passividade, no desleixo, na rotina, na indiferença. Aí está a urgência da Palavra sempre tão exigente.

Para transmitir esta mensagem, Mateus usa três quadros: a humanidade na época de Noé; duas situações da vida quotidiana, o trabalho agrícola e a moagem do trigo; o dono de uma casa que adormece e deixa que a sua casa seja saqueada pelo ladrão. A questão fundamental é a mesma: o crente deve estar sempre vigilante, atento e preparado para acolher o Senhor, cumprindo a presença fecunda de Deus com empenho e sentido de responsabilidade.

“Caminhemos à luz do Senhor”, assim termina a primeira leitura. “Abandonemos as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz. Andemos dignamente, como em pleno dia. Revistamo-nos do Senhor Jesus Cristo”, diz São Paulo na segunda leitura. Estar preparado e vigiar passa por este caminho de luz no Senhor. Um caminho de peregrinos na fé, que se abre à esperança, como insiste São Paulo: “O Senhor vem! A noite vai adiantada e o dia está próximo”.

Deus não nos abandona; continua a vir ao nosso encontro e a construir connosco esse mundo novo de justiça e de paz. A presença de Deus garante-nos que a injustiça, a exploração e a morte não são o final inevitável: a última palavra que a história vai ouvir é a Palavra de Deus, que nos liberta e enche de alegria.

Estamos a iniciar o tempo de preparação para celebrar o nascimento de Jesus. Somos convidados a recentrar a nossa vida no essencial, a redescobrir aquilo que é o mais importante, a estar atentos às oportunidades que o Senhor, dia a dia, nos oferece, a acordar para os compromissos que assumimos para com Deus e para com os irmãos, a empenharmo-nos na construção do Reino. É essa a melhor forma, aliás a única forma, de preparar a vinda do Senhor.

Vivamos o Advento levando o Evangelho ao coração das pessoas e situações que formos encontrando em tantos caminhos a percorrer. Sem distrações e sem perder tempo! Sempre com um olhar solidário para quem mais precisa do Alimento que sacia e da Palavra que alimenta.

Vigiai, estai atentos e preparados, caminhai à luz do Senhor! Que assim seja nestes primeiros dias de Advento!

Manuel Barbosa, scj

Partilhar:
Share