Padre Marco Luciano Carvalho é o delegado diocesano ao Congresso Eucarístico Internacional 2020

Foto DR – Padre Marco Luciano Carvalho, diretor do Serviço Diocesana de Liturgia de Angra

Angra do Heroísmo, Açores, 24 jul 2019 (Ecclesia) – O diretor do Serviço de Liturgia de Angra disse que pretende recentrar as comunidades diocesanas, sobretudo os mais novos, na importância dos sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia e na Adoração Eucarística e vai propor subsídios próprios.

“Infelizmente esta é uma dimensão que ainda não está muito desenvolvida entre nós; Na catequese há poucos momentos para ensinar a rezar, a fazer silêncio e a fazer adoração”, afirmou o padre Marco Luciano Carvalho ao sítio online ‘Igreja Açores’.

O sacerdote explicou que quer recentrar as comunidades cristãos no reconhecimento da importância dos sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia e dinamizar também a Adoração Eucarística, sobretudo junto dos mais novos, e vai aproveitar a preparação para o Congresso Eucarístico Internacional, que vai envolver “uma grande formação espiritual”.

O delegado diocesano ao Congresso Eucarístico Internacional 2020 adiantou também que vai propor subsídios próprios para a Diocese de Angra, a partir dos materiais do encontro que vai decorrer de 13 a 20 de setembro, em Budapeste, na Hungria.

“Vou enviar muitos dos subsídios que estão a ser preparados pelo Secretariado Nacional; outros em que só existem linhas orientadoras irei trabalhá-los para depois partilhar com todas as paróquias e ouvidorias para que aproveitemos este momento que antecede o congresso para beneficiar dos frutos”, desenvolveu, destacando que têm “de tirar proveito dele” porque “não pode ser algo que se passe lá fora”.

‘Todas as minhas fontes estão em ti: Eucaristia fonte da nossa vida e da nossa missão cristã’ é o tema do congresso internacional, a diocese insular vai ter no “máximo cinco representantes” e as inscrições, que têm de ser feitas com o padre Marco Luciano Carvalho, terminam a 31 de dezembro deste ano.

“Pretende-se com esta indicação nacional que os participantes percebam que as catequeses são exigentes e quem vai estar no Congresso terá que ter disponibilidade para todos os momentos formativos”, realçou o sacerdote.

O diretor do Serviço de Liturgia de Angra sublinha que o encontro em Budapeste é uma oportunidade para a “renovação da importância da Eucaristia” mas também “de outros momentos como a Adoração”.

“Faremos para o efeito cadernos e esquemas de oração e de adoração que faremos chegar a toda a gente”, referiu o sacerdote, após a reunião nacional deste setor em Fátima, no início do 45º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica.

O Serviço Diocesano de Liturgia de Angra vai promover formações em diversas ilhas do Arquipélago dos Açores e já tem agendadas atividades em São Miguel, Pico, Faial, Flores ou Corvo, lê-se no sítio ‘Igreja Açores’.

CB/PR

Partilhar:
Share