Vigário Episcopal toma decisão devido ao aumento de casos Covid-19 na região

Foto: Igreja Açores

Angra do Heroísmo, Açores, 10 abr 2021 (Ecclesia) – As ouvidorias do Nordeste e de Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel, passam a ter as celebrações religiosas comunitárias suspensas por tempo indeterminado, por indicação do Vigário Episcopal.

“Na qualidade de Vigário Episcopal é do meu entender que devemos suspender todas as celebrações na nossa Ilha, com início já neste fim-de-semana e até novas orientações” afirma o cónego Adriano Borges, no site da diocese. 

As celebrações religiosas das Ouvidorias do Nordeste e de Vila Franca, “ficam, a partir deste fim-de-semana e, por tempo indeterminado, canceladas com exceção de funerais nos quais só poderão participar familiares muito próximos”, informa uma carta enviada a todo o clero da ilha pelo Vigário Episcopal da Vigararia Nascente.

O sacerdote lembra que as “notícias e relatos dos últimos dias são verdadeiramente preocupantes” no que se refere ao aumento do número de casos e à sua transmissibilidade e, por isso, “seria de uma enorme irresponsabilidade que as paróquias da nossa Ilha de S. Miguel, continuassem a promover `eventos´ que implicam ajuntamentos”, referindo-se “à celebração das Eucaristias semanais e Dominicais, bem como das demais Celebrações”.

Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, 31 novos casos de covid-19, todos em São Miguel, a maioria “em contexto de transmissão comunitária”, e nove doentes recuperaram da doença, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

SN

Partilhar:
Share