Celebração limitada pela pandemia pode ser acompanhada online até dia 18 de abril

Foto: Agência ECCLESIA/CB

Loulé, 10 abr 2021 (Ecclesia) – O pároco de Loulé adiantou à Agência ECCLESIA que vai ser pedido à população de Loulé que, em todos os domingos da Páscoa até à festa grande, coloquem “colchas às janelas, para ser uma marca cristã” da celebração.

“Este ano fazemos deste modo, mais simples e humilde, e para o ano faremos de modo mais jubiloso o contexto desta festa e da presença da mãe”, acrescentou o padre Carlos de Aquino.

Devido às limitações impostas pela pandemia as festas da Senhora da Piedade, a Mãe Soberana, estão limitadas às celebrações ao interior do santuário e recorrendo ao online.

O pároco de Loulé refere que as celebrações vão ser transmitidas online pelas páginas da paróquia e pela Diocese do Algarve, através do jornal ‘Folha de Domingo’, bem como pela Câmara Municipal, para chegar ao “maior número possível de pessoas”. 

Foto: Agência ECCLESIA/CB

O jornal ‘Folha de Domingo’ informa que vai ser transmitida online a recitação do terço e a Eucaristia com catequese pascal, pelas 21h00, até ao dia 16 de abril.

As celebrações começaram no domingo de Páscoa e decorrem ao longo de quinze dias, até à ‘Festa Grande’, este ano a 18 de abril.

As festas incluem no seu programa, este domingo pelas 21h30, um concerto da Grafonola Voadora e Napoleão Mira, que reúne o cantautor Luís Galrito, o artista visual, João Espada e o escritor, poeta e declamador, Napoleão Mira.

A Festa Grande de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como Mãe Soberana, é considerada como a maior manifestação de fé a sul do Tejo e, simultaneamente, a mais significativa expressão de devoção mariana algarvia; as festividades remontam a 1553, data da edificação da capela que lhe é dedicada.

Esta celebração vai ser o mote do programa de rádio ECCLESIA, na Antena 1 da rádio pública, este domingo, 11 de abril, pelas 06h00, ficando depois disponível online

CB/OC/SN

Partilhar:
Share