D. João Lavrador pediu aos sacerdotes «fraternidade e comunhão» e destacou disponibilidade para a missão

Foto: Igreja Açores

Angra do Heroísmo, Açores, 22 jul 2021 (Ecclesia) – O bispo de Angra nomeou pela primeira vez uma ecónoma-adjunta para a diocese e destacou a “confiança” de quem vai para “novos contextos de missão sacerdotal”, mesmo em tempo de pandemia.

A Diocese de Angra destaca, no seu portal online, a nomeação da economista e leiga Carla Bretão como ecónoma-adjunta, entre as decisões de D. João Lavrador para o ano pastoral 2021/2022.

O ‘Igreja Açores’ informa que a responsável desempenha funções no economato da diocese há vários anos, trabalhando com o cónego António Henrique Pereira, que foi reconduzido como ecónomo por cinco anos.

No decreto de nomeações, D. João lavrador assinala que a pandemia de Covid-19 está a “obrigar a um renovado esforço” para a edificação das comunidades cristãs nas suas diversas ações e iniciativas.

O responsável católico pede aos párocos, aos membros dos Conselhos Pastorais e a todos os agentes pastorais que “se unam na resposta, que é multiforme, às feridas deixadas pela pandemia”.

Graças à generosidade e disponibilidade que se pede ao presbítero, que na ordenação sacerdotal se configurou a Cristo, servo de todos, podemos oferecer às comunidades cristãs a ajuda e orientação dos seus pastores”.

O bispo de Angra diz que é missão de cada padre “promover a comunhão” e “edificar a comunidade cristã em vivência sinodal”.

“Esta é hora de uma nova aposta sinodal nas nossas comunidades cristãs, é hora de graça e de compromisso. Bem hajais todos os evangelizadores no âmbito da nossa diocese”, realça D. João Lavrador, que se manifesta “reconhecido e agradecido” a todos os sacerdotes que vão assumir novas funções na sua vida pastoral.

O ano pastoral 2021/2022 vai começar, na Diocese de Angra, no primeiro domingo de outubro, quando muitos movimentos retomam as atividades regulares; as principais alterações nas missões dos sacerdotes envolvem as ilhas de São Miguel e das Flores, informa o portal ‘Igreja Açores’.

CB/OC

Partilhar:
Share