«O testemunho da santidade será para cada um de nós o desafio orientador da nossa dinâmica» – Padre Pedro Manuel

Faro, 28 nov 2022 (Ecclesia) – O Setor da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve preparou a campanha para os tempos do Advento/Natal e da Quaresma/Páscoa 2023 centrada nos patronos da Jornada Mundial da Juventude, com o tema ‘Pela Santidade, rumo à JMJ’.

“O desafio da santidade faz com que, apesar das nossas limitações humanas, percebamos que o céu é possível e que a nossa vida é o altar onde acontece o mistério de Deus no mistério da vida dos homens”, explicou o diretor do Secretariado da Catequese da Diocese do Algarve (SDCIA), o padre Pedro Manuel, numa apresentação da campanha, realizada online.

A campanha da catequese apresentada para o tempo litúrgico do Advento/Natal, que começou este domingo, e também para o tempo litúrgico da Quaresma/Páscoa 2023, tem como tema ‘Pela Santidade, rumo à JMJ’, e vão destacar os santos e beatos patronos da JMJ e, de modo particular, os que foram escolhidos para a Diocese do Algarve: Beato Vicente de Albufeira, São Gonçalo de Lagos e Nossa Senhora da Piedade, evocada popularmente como Mãe Soberana.

Os patronos da JMJ Lisboa 2023 são S. João Paulo II, S. João Bosco, S. Vicente, Santo António, S. Bartolomeu dos Mártires, S. João de Brito, a beata Joana de Portugal, o beato João Fernandes, a beata Maria Clara do Menino Jesus, o beato Pedro Jorge Frassati, o beato Marcel Callo, a beato Chiara Badano e o beato Carlo Acutis.

“Pretendemos que ao longo dos domingos do Advento – incluindo o dia da Imaculada Conceição e o dia de Natal – e também ao longo dos domingos da Quaresma – incluindo o Domingo de Ramos e o Domingo de Páscoa – seja apresentado um rosto, uma história, um testemunho de vida a partir do qual podemos fazer também o nosso caminho de conversão e preparação em ordem ao Natal e à Páscoa”, desenvolveu o padre Pedro Manuel.

A campanha propõe que aproveitem os altares criados nas igrejas paroquiais para a JMJ, sobretudo se estiverem no horizonte visual do altar ou do ambão, mas “podem ser adaptados ou a própria campanha pode ser adaptada com vista a uma melhor catequese comunitária”, salientou o diretor do SDCIA, indicando que o momento mais oportuno para a apresentação das imagens é antes do cântico de entrada ou no momento de pós-comunhão.

Em cada semana, na sala de catequese, a biografia de cada exemplo de santidade e a oração pode ser lida no final da sessão, e a oração também “pode servir de admonição à Eucaristia”, quando apresentam a imagem de cada santo em PowerPoint, numa moldura ou de outra forma, e o santo de cada semana será o “intercessor pela catequese, pelo grupo diante de Jesus”.

O Setor da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve propõe ainda um gesto que “pode ser vivido comunitariamente ou em família”, esta semana, “em união com a Cáritas Diocesana”, que cada criança compre uma vela da campanha de Natal ‘Dez milhões de estrelas’.

“Se esta proposta ajudar algum catequizando, catequista e ainda a comunidade a caminhar mais na santidade e a apurar para si a beleza que transformou estas vidas tocadas pelo céu, então já valeu a pena; O testemunho da santidade será para cada um de nós o desafio orientador da nossa dinâmica catequética, mas também comunitária e familiar”, referiu o padre Pedro Manuel, na sessão de apresentação da campanha, no dia 18, na página do SDCIA na rede social Facebook, divulga o jornal diocesano ‘Folha do Domingo’.

CB/OC

Partilhar:
Share