Lisboa, 30 nov 2019 (Ecclesia) – Os Carmelitas Descalços de Paris, da Áustria e de Portugal promovem um retiro de espiritualidade online onde se pode percorrer os tesouros da espiritualidade carmelita, para um “desassossego interior”. 

“Nós sobretudo queremos viver um desassosego interior, pormo-nos em questão, parar para pensa no sentido para a vida, o advento é para nos desassossegarmos e perguntar como andamos”, explicou o padre carmelita Joaquim Teixeira à Agência ECCLESIA.

O sacerdote explicou ainda que, não sendo a primeira edição, este tipo de retiros são “propostos online porque é online que se passa grande parte da vida”, este ano tem como tema “Com Francisco de Santa Maria, comungar na vida de graça de Maria”. 


Como congregação religiosa mariana os carmelitas atravessam o advento também lembrando Maria, como exemplo.

“Maria é claramente o modelo desta mulher que sossega em Deus mas que é destablizada pelo nascimento do Menino mas vai sempre à procura do sentido mais profundo que Deus tem para a sua vida”, refere o padre Joaquim Teixeira.

Liderado pelos carmelitas da Áustria e França o retiro chega a Portugal também através da ajuda da ordem secular que traduziu os textos, do padre Francisco de Santa Maria, carmelita descalço da Província de Paris, que consagrou a sua curta vida (1910-1961) a transmitir os tesouros da herança carmelita. 

Temas como o “Regresso ao Evangelho”, “Uma educadora sem par”, “A alegria dos pequeninos” e “O abismo da graça” vão servir de reflexão para os quatro domingos do tempo de preparação para o Natal. 

O retiro é gratuito, tem início neste domingo, o primeiro de advento, e qualquer pessoa se pode inscrever, recebendo depois os vários textos a cada dia para reflexão e interpelação. 

SN

Partilhar:
Share