Angra do Heroísmo, Açores, 07 fev 2020 (Ecclesia) – O Serviço Diocesano da Pastoral da Cultura dos Açores promove hoje um ‘ECOntro’ dedicado à ecologia integral, no contexto da caminhada sinodal de Angra, às 20h00, no Centro Pastoral Pio XII, em Ponta Delgada.

A organização informa que o segundo ‘ECOntro’ vai refletir sobre a “casa-comum” e as problemáticas da ecologia integral, espiritual e física, social e ambiental.

“Na lógica de que só o autoconhecimento (ecologia interior), que leva a uma correta gestão do próprio ser (economia interior), potenciará o conhecimento verdadeiro e a gestão justa e solidária da cultura e do cosmo”, acrescenta o Serviço Diocesano da Pastoral da Cultura da Diocese de Angra, divulga o sítio online ‘Igreja Açores’.

O ‘ECOntro’ conta com “cinco pequenas reflexões”, seguidas de um diálogo aberto com os participantes que vai ser moderado pelo diretor do Serviço Diocesano da Pastoral da Cultura nos Açores, o padre Ricardo Tavares, que vai introduzir a encíclica do Papa ‘Laudato Si’, sobre o cuidado da casa comum.

“O Papa Francisco, na Laudato Si’, relega para o íntimo humano a raiz única dos problemas socioeconómicos e ambientais: a falta de uma ecologia interior”, contextualiza a nota.

O serviço diocesano convidou Avelino Meneses, antigo reitor e professor catedrático na Universidade dos Açores, e Secretário Regional da Educação e Cultura, para falar sobre ‘diálogo Inter-religioso’, os professores universitários António Soares e Leonor Sampaio da Silva vão refletir, respetivamente, de ‘ecologia ambiental e arte’ e ‘cultura’, e Amélia Lopes, professora no Ensino Básico, vai apresentar o tema da ‘espiritualidade’ e o professor de Educação Física Fernando Melo o ‘desporto’.

O sítio online informativo ‘Igreja Açores’, da Diocese de Angra, assinala ainda que a entrada no segundo ‘ECOntro’, realizados no âmbito da caminhada sinodal diocesana, é gratuita e não está sujeita a inscrição prévia.

CB

Partilhar:
Share