Angra do Heroísmo, Açores, 25 jan 2021 (Ecclesia) – O clero da Diocese de Angra começa hoje o seu retiro anual de formação, este ano através dos meios digitais por causa da pandemia, e vai refletir sobre o perfil do padre hoje como agente evangelizador.

“Devido à situação presente não é aconselhável uma reunião presencial e optámos por fazer este momento de aprofundamento da nossa vida espiritual desta forma”, disse o vigário-geral da Diocese de Angra ao sítio online ‘Igreja Açores’.

O cónego Hélder Fonseca Mendes explicou que a partilha online das meditações “acaba por ser facilitadora” e “é uma vantagem”, no atual contexto de pandemia, sendo este um momento de pausa “muito importante” na sua vida espiritual de um padre.

Também à distância, o formador, o padre Agostinho Leal, dos Carmelitas Descalços, vai apresentar as reflexões sobre o perfil do padre hoje como agente evangelizador, a partir de Fátima.

“Procuraremos fazer na data e no horário próprio dos exercícios espirituais e cumprir o programa espiritual que é fundamental na vida  de um padre para que a atividades de pastoral não sejam meramente funcionais mas ganhem outra dimensão e profundidade”, assinalou o vigário-geral da Diocese de Angra.

CB

Partilhar:
Share