Foto: Igreja Açores

Angra do Heroísmo, Açores, 13 mai 2019 (Ecclesia) – O bispo de Angra afirmou que os novos acólitos são “a imagem viva” do itinerário “a seguir por todos os jovens”, na homilia da Eucaristia deste «Domingo do Bom Pastor» e enceramento da Semana de Oração pelas Vocações.

“Vós jovens sois hoje nesta celebração a imagem viva do itinerário a seguir por todos os jovens e o convite a tornar a Igreja mais jovem deslocando-se até às fontes da alegria cristã e a seguir a Jesus Cristo que veio para servir e não para ser servido”, disse D. João Lavrador, na Sé de Angra.

Aos seis seminaristas, o bispo de Angra realçou que estão “inseridos na Igreja” e é para a “edificação da comunidade cristã” que cada um é chamado a oferecer o seu serviço à imagem de Jesus Cristo de modo a promoverem “comunidades inteiramente ministeriais nas quais todos os batizados participam ativamente”.

“Este ministério não é transitório, pelo contrário ele marca a vossa vida de discípulos e selará a vossa forma de estar na Igreja mesmo quando receberdes os ministérios ordenados”, observou.

Na homilia do «Domingo do Bom Pastor», D. João Lavrador destacou três “grandes desafios” que são para todos, a começar pela “conversão pessoal e comunitária à luz da Palavra de Jesus Cristo”.

“O segundo desafio é igualmente importante para nós hoje; Perante uma cultura que parece reduzir a questão de Deus a alguém que não ouve, nem tem voz, um princípio sem intervenção: É urgente proclamar e testemunhar a Jesus Cristo Vivo e Ressuscitado”, desenvolveu.

Sobre o terceiro desafio, o bispo de Angra explicou eu “urge ultrapassar” uma prática cristã “apenas legal ou ritual, de mera tradição ou circunstancial”, para assumirem “verdadeiramente a fé” que se gera no encontro e na comunhão.

“Na verdade somos uma Igreja que à imagem de Jesus Cristo é chamada a servir. E, nunca tanto como hoje, esta caracterização da comunidade cristã e de cada cristão foi tão sublinhada porque absolutamente necessária”, referiu.

No último dia da Semana de Oração pelas Vocações 2019, D. João Lavrador citou a mensagem do Papa Francisco – ‘A coragem de arriscar pela promessa de Deus’ – e realçou o alerta para “muitas resistências interiores” que podem criar obstáculo a «deixar tudo para seguir o Senhor», bem como, “certos contextos muito secularizados” onde parece “não haver lugar para Deus e o Evangelho podem levar ao desânimo”.

O sítio online diocesano ‘Igreja Açores’ informa que os novos acólitos são todos da Ilha de São Miguel: Nuno Pacheco de Sousa, João Farias, Pedro Carvalho, Igor Oliveira, Sandro Costa e Aurélio Sousa, todos de São Miguel.

CB

Partilhar:
Share