LOC/MTC

O “VOZ do TRABALHO”, é um jornal da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos  (LOC/MTC) de Portugal.  Com a edição do número 645, de Janeiro/Fevereiro de 2020, entrou no Ano 70 da sua publicação.

O “Voz do Trabalho” não é um jornal de notícias. Ninguém, nos dias de hoje, ficará dois meses a aguardar notícias do que quer que seja. Acontece por vezes que compramos um jornal mesmo diário e nenhuma das notícias é novidade. Horas ou dias antes, circulavam na Internet, nas redes sociais.

Encontramos-nos num tempo de Fake News, (notícias falsas) falsificadas, manipuladas. Se formos ás nossas memórias da cultura popular, o poeta António Aleixo que morreu com 50 anos já em 16/11/1949 nos dizia:  “P´rá mentira ser segura, E atingir profundidade, Tem que trazer á mistura, Qualquer coisa de verdade…”, É o que vai surgindo com muita insistência. A manipulação a partir de alguns factos concretos e a levar-nos para análises tendenciosas ou sensacionalistas no sentido de direccionar a análise e influenciar as opções sejam consumistas ou ideológicas.

Somos um jornal de mensagem! Pode partir da notícia, mas para ajudar a reflectir sobre o tema, para ajudar a descobrir e divulgar a verdade, e com sobriedade e discernimento, escutando várias opiniões, para não se limitar a uma, para proporcionar maior enriquecermos e também para o discernirnimento em comum.

Um jornal que procura divulgar a vida e a acção dos cristãos no mundo do trabalho.

Como afirma no seu Estatuto Editorial:

  • O jornal “Voz do Trabalho”, com tiragem bimestral, órgão oficial de comunicação social, é o porta-voz do pensamento, da vida e acção dos trabalhadores e da LOC/MTC – Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos – para a sociedade.
  • A LOC/MTC é um Movimento especializado da Acção Católica que pela vivência e pelo testemunho de novidade cristã no seio dos trabalhadores se situa na dinâmica da vida operária, participando na caminhada solidária dos trabalhadores que buscam a justiça e a sua promoção colectiva.
  • Participa na construção da Igreja, sobretudo no mundo do trabalho, pelo anúncio explícito da Boa Nova de Jesus Cristo, procurando em toda a sua acção descobrir e celebrar o mistério de Jesus Cristo, presente na vida dos trabalhadores.
  • Este jornal, que iniciou com o título “O Trabalhador”, no mês de Maio, do ano de 1934 e passa a ter a designação de “Voz do Trabalho” no mês de Fevereiro do ano de 1950. Nasce com o objectivo de dar a conhecer aos trabalhadores e ao mundo operário a doutrina da Justiça e do Amor expressa nos Evangelhos e no Ensino Social da Igreja.
  • É considerado um meio de evangelização do mundo do trabalho, pela divulgação dos testemunhos de vida e compromissos cívicos de cristãos, homens e mulheres, que vivem e sentem as realidades deste campo específico, pelo fomento na formação de consciências, na mudança de mentalidades e no incentivo ao espírito crítico construtivo, promotor de um agir consciente, persistente e confiante que advém da fé no projecto libertador de Deus para a Humanidade.
Partilhar:
Share