Bispo é o anfitrião do 4.º Encontro Nacional de Leigos

Viseu, 16 nov 2017 (Ecclesia) – O bispo de Viseu antecipou hoje o 4.º Encontro Nacional de Leigos, que vai decorrer este sábado naquela diocese, e que vai abordar questões como a ordenação do território, a família, o trabalho e a cidadania.

Num texto publicado na página diocesana na internet, D. Ilídio Leandro classifica esta iniciativa como “uma excelente oportunidade para os cristãos da Diocese de Viseu, integrados ou não em movimentos e associações de ação eclesial”, reforçarem a sua missão “na Igreja e no Mundo”.

“A importância do apostolado leva os cristãos a sentirem-se membros de uma família, à qual aderiram no Batismo e no Crisma, e a serem Luz e Sal nesta sociedade que somos chamados a tornar feliz, solidária, justa e a construir e a viver em paz e em amor”, frisa o responsável católico.

O quarto encontro do CNAL tem como lema “Este é o tempo – para esperar contra toda a esperança, para trabalhar pela justiça e pela paz, para amar as pessoas, para amá-las uma a uma”.

A iniciativa organizada pela Conferência Nacional de Associações de Apostolado dos Leigos começa esta sexta-feira à noite com um concerto do cantautor Samuel Úria, para jovens dos 15 aos 35 anos, às 21h00, na Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu.

Os trabalhos, que se distribuem por várias localizações, começam depois na sexta-feira, pelas 09h45, com uma primeira conferência sobre “A grandeza da nossa esperança” e “A beleza da nossa esperança”, por Marisa Cristina March (Filadélfia) e Paolo Galardi (Roma), respetivamente.

Entre as 15h00 e as 17h00 têm lugar vários ateliês temáticos: ‘Fé e sentido para a vida; Espiritualidade; Território; Família; Trabalho; Cidadania’.

O Encontro Nacional de Leigos 2017 encerra às 19h00, com uma celebração na Sé; desde 2013, a iniciativa já passou pelas Dioceses de Coimbra, Porto e Évora.

JCP

Partilhar:
Share