Conselho pastoral apresentou «oportunidades» e «desafios» provocados pela pandemia com o olhar no centenário da diocese e na sinodalidade

Foto: Diocese de Vila Real

Lisboa, 11 out 2021 (Ecclesia) – O Conselho Pastoral dia Diocese de Vila Real apresentou como principais desafios no retomar das atividades pastorais o acompanhamento às pessoas “com maior fragilidade” e a reaproximação a quem “não chegou à rede”.

“A maior inquietação neste momento que implica todos, clero e leigos, famílias, jovens e adultos, é o acompanhamento às pessoas de situação de maior fragilidade, concretamente os idosos, os jovens, as famílias e os migrantes. A generalidade dos conselheiros manifestou esta preocupação que há-de envolver todos”, pode ler-se na página da diocese de Vila Real na internet.

O Conselho Pastoral reconheceu que as atividades estão a ser “na generalidade” retomadas “aos poucos de modo presencial”, mas recomenda que não se abandone as redes on-line.

“As atividades pastorais na generalidade vão sendo retomadas aos poucos de modo presencial, embora se reconheça que ainda não pode ser generalizada e plena a participação e abandonar a presença nas redes on-line. Para se concretizarem estes dinamismos será importante cuidar das redes humanas, até porque muitas pessoas, durante o tempo de pandemia, não chegaram à «rede»”, acrescenta o comunicado.

A análise aos desafios que a pastoral enfrenta, a nível paroquial, diocesano, de movimentos e obras do apostolado, foi feita a partir do documento «Recomeçar e Reconstruir», da Conferência Episcopal Portuguesa, com os “conselheiros a partilharem as suas preocupações” mas também as “mais-valias” que o tempo de pandemia trouxe e as “oportunidades que podem ser aproveitadas para a vida eclesial”.

Na reunião, que decorreu no sábado dia 9, foi apresentado o programa para o Centenário da Diocese, que vai viver um ano jubilar entre 8 de dezembro de 2021 e 8 de dezembro de 2022, com eventos a realizar na Sé de Vila Real vem como em diferentes espaços da diocese.

“Este conselho reclamou uma boa divulgação junto de todas as pessoas e desejou uma boa participação nas celebrações e peregrinações, para que possa ser bem aproveitado este Ano Santo que a Santa Sé concedeu à diocese”, pode ler-se.

Os participantes no Conselho Pastoral definiram ainda “pormenores” sobre a preparação diocesana do próximo Sínodo dos Bispos sobre a Sinodalidade, que terá a sua abertura dia 17 de outubro na Sé, e tem encerramento marcado para o dia 19 de março.

O coordenador para os trabalhos para o Sínodo dos Bispos para a diocese de Vila Real é o padre Márcio Martins.

LS

Partilhar:
Share