Assembleia elegeu padre Miguel Márquez Calle como novo padre geral da ordem religiosa

Foto Vatican News

Lisboa, 11 set 2021 (Ecclesia) – O Papa Francisco recebeu hoje em audiência os participantes no XLII Capítulo Geral da Ordem dos Carmelitas Descalços, no Vaticano, e animou-os “a manter unidas a amizade com Deus, a vida fraterna em comunidade e a missão”.

“A amizade com o Senhor é fazer da vida uma oração, é um fogo cujo calor vai alimentando e protegendo dia a dia a comunidade. O calor deste fogo interior ajuda a viver a vida de irmãos em comunidade; não é, portanto, um acessório da vossa vida, mas o essencial – por isso vos chamais irmãos descalços”, disse o Papa, informam os Carmelitas Descalços de Portugal.

Na nota enviada à Agência ECCLESIA, acrescentam que o Papa pediu para se lembrarem que a crise da pandemia Covid-19 “ajudou a viver centrados no essencial”: “Manter o fogo das origens da vossa Ordem”.

“Não temais, o presente, nem o futuro, nem aqueles que anunciam o fim da vida consagrada, porque a vida consagrada faz parte da Igreja tal como Jesus a quis e como o Espírito continuamente a alimenta”, assinalou Francisco, observando que devem ocupar-se “em viver plenamente acolhendo a graça do presente, incluindo os riscos que isso supõe”.

O Papa, aos participantes da reunião magna da Ordem dos Carmelitas Descalços, disse que a vida carmelita “é uma resposta à sede do homem contemporâneo” que “é uma sede de Deus, uma sede de eterno”.

“Não sigais os profetas da desgraça que anunciam as visões pessimistas, pois estão destinadas a ser desmentidas, nem imiteis a missão de outros carismas. Sede fiéis ao vosso, a fim de dar ao mundo o que o Senhor vos deu para o bem de todos: A água viva da contemplação”, desenvolveu Francisco, referindo que a fidelidade evangélica “não é a recusa à mudança”, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Capítulo Geral da Ordem dos Carmelitas Descalços termina hoje, em Roma, e elegeu como novo padre geral, o padre Miguel Márquez Calle, da Província de Santa Teresa, Espanha.

O superior provincial de Portugal, frei Pedro Ferreira, e o delegado da província, frei João Costa, são os elementos da Província Portuguesa que participam nesta reunião geral que teve o seu início a 30 de agosto.

CB

Partilhar:
Share