Superior-geral destaca importância de «renovar compromisso com a educação integral das crianças e jovens»

Lisboa, 02 jan 2017 (Ecclesia) – O Instituto Marista, fundado por Marcelino Champagnat, celebra hoje 200 anos de existência.

Numa mensagem enviada à família marista dos cinco continentes, o superior-geral do Instituto destaca o momento como uma ocasião para graças pela vida da congregação, pedir perdão por alguns erros do passado e renovar o compromisso com a educação integral das crianças e dos jovens, inspirada nos valores evangélicos.

“Recebemos hoje, 200 anos depois, uma herança maravilhosa, cheia de luzes, mas também com as suas sombras. É sobre essa herança que nos comprometemos a construir o futuro. Queremos aproveitar a oportunidade para um novo começo”, realça o irmão Emili Turú.

Para superior-geral do Instituto, é essencial que os Maristas retomem o vigor do seu carisma original, “com a Igreja e com o mundo”.

O irmão Emili Turú dá como exemplos a necessidade da congregação melhorar continuamente o seu serviço evangelizador, através da educação das crianças e dos jovens, estar mais atenta a quem se encontra em situação de maior vulnerabilidade e empenhada na promoção dos direitos das crianças.

Ao longo de dois séculos, fizeram parte do Instituto Maristas cerca de 38 mil irmãos, espalhados pelos cinco continentes; atualmente, em colaboração com milhares de leigos, procuram dar corpo ao lema marista de “formar bons cristãos e virtuosos cidadãos”.

Numa nota de imprensa envida à Agência ECCLESIA, o delegado dos Irmãos Maristas em Portugal, irmão António Leal, refere que os Maristas estão em Portugal há cerca de 70 anos e contam com "dois colégios de referência", um em Lisboa e outro em Carcavelos, onde estudam cerca de 3 mil alunos, desde o Pré-Escolar até ao 12.º ano”.

A sua missão passa também por Ermesinde, onde coordenam uma Casa de Acolhimento Residencial Especializada para crianças e jovens em risco, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 6 e 18 anos; e em Vouzela onde têm uma casa de formação e centro juvenil.

Através da Fundação Champagnat, em parceria com outras entidades, desenvolvem vários projetos como a Casa da Criança de Tires e a Ludoteca da Adroana, ambos no concelho de Cascais.

JCP/PR

Partilhar:
Share