Angra do Heroísmo, Açores, 09 jul 2014 (Ecclesia) – A formação anual da Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição tem como tema o “revigoramento missionário”, orador D. António Couto, bispo de Lamego, e realiza-se na ilha Terceira, entre 17 e 20 de julho.

“Trata-se de uma ação de formação contínua que promovemos a vários níveis para nos ajudar e incentivar a viver o carisma desta congregação de uma forma ainda mais intensa” explicou a irmã Noémia Alves, esta terça-feira.

Atualmente a congregação conta com 528 religiosas e a Superiora Provincial das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (CONFHIC) revelou que a formação “Revigoramento Missionário”, orientada pelo bispo biblista, D. António Couto, é exclusiva para as 30 religiosas das comunidades do Faial, Pico, São Jorge, Terceira e São Miguel.

A irmã Noémia Alves, ao Portal da Diocese, considerou que a diminuição de vocações não é exclusiva dos Açores mas transversal à Europa: “É um desafio para toda a Igreja que nos impele a apostar por um lado, numa Pastoral da Família, das escolas e nas igrejas dando a conhecer o essencial da vocação consagrada”.

“É na adolescência que surgem as interrogações e se orientam vocações. Se explicarmos e dermos a conhecer a beleza da vida consagrada provavelmente os jovens sentir-se-ão mais despertos para esta vocação que deve e tem de ser valorizada por todos”, acrescentou a superiora provincial da CONFHIC sobre a importância da pastoral juvenil para inverter o diminuto número das vocações.

O site da congregação informa que a CONFHIC foi fundada em Portugal a 3 de maio de 1871, pelo padre Raimundo dos Anjos Beirão e pela Madre Maria Clara do Menino Jesus, “como resposta evangélica às inúmeras carências com que se debatia o povo português em meados do séc. XIX”.

CB/OC

Partilhar:
Share