Procissão decorre a 11 de julho, com sermão na praia e bênção dos barcos

Foto: Confraria de São Bento de Seixas

Viana do Castelo, 01 jul 2022 (Ecclesia) – O padre Rui Rodrigues, administrador paroquial de Caminha, na Diocese de Viana do Castelo, disse à Agência ECCLESIA que a devoção a São Bento de Seixas é uma das “maiores festas do arciprestado de Caminha”.

“É uma das maiores festas do arciprestado de Caminha, começa com as novenas preparatórias, eucaristia e terço, a festa tem grande procura por parte dos devotos, do nosso arciprestado e vizinhos, mas também pelos devotos espanhóis, nomeadamente da Galiza, que se deslocam no dia 11, principalmente”, precisa.

O sacerdote recorda que “São Bento é o padroeiro da Europa e tem um cariz de santidade e a sua conhecida regra “Ora et Labora”.

Em Seixas, no arciprestado de Caminha, a festa decorre de 2 a 11 de julho e os devotos “apresentam as suas ofertas para cumprir as promessas”. 

“Aqui consideram o São Bento como alguém a conduzir as suas preces até Deus e em coisas simples, como os cravos que aparecem nas mãos mas também pedidos mais complicados de doenças de foro oncológico e que as pessoas “se apegam “ a São Bento”, descreve. 

Foto: Confraria de São Bento de Seixas

No dia 11 de julho, dia litúrgico de São Bento, em Seixas a procissão tem a particularidade de ser junto à praia, pela ligação da comunidade à pesca, “seja na época sazonal da lampreia e do meixão mas também pesca recreativa”.

“Uma vez que a própria comunidade tem uma ligação tão forte com São Bento, na comunidade há uns pescadores com esta ligação, para que os possam acompanhar e interceder por eles nos momentos de pesca e de dificuldades, nomeadamente no inverno na pesca da lampreia, assim a procissão sai da Igreja de São Bento e vai ao cais, onde tem sermão na praia e bênção dos barcos”, indica o padre Rui Rodrigues.

Este ano, depois de dois anos de interregno, a procissão a São Bento acontece no dia 11 de julho, “dia maior da festa”, vai ser presidida pelo bispo de Viana do Castelo, D. João Lavrador.

A Igreja de São Bento de Seixas tem a particularidade de ser visitada por muitos peregrinos, uma vez que se encontra na rota do caminho de Santiago de Compostela. 

“Cada vez o número de peregrinos que passa por Caminha e Seixas é maior, num edifício próximo à Igreja de São Bento encontramos um albergue para peregrinos e ali passam às centenas por semana”, conta o sacerdote.

A entrevista integra o programa de rádio ECCLESIA, deste sábado às 06h00 na Antena 1 da rádio pública, sob o mote “alegrai-vos”, ficando depois disponível online.

SN

Partilhar:
Share