Iniciativa teve no centro a queda da Ponte Morandi, em Génova, e as inundações que assolaram a Sardenha

Cidade do Vaticano, 08 jun 2019 (Ecclesia) – O Papa acolheu hoje no Vaticano 400 crianças das cidades de Génova e da Sardenha, numa iniciativa com o lema ‘Uma ponte de ouro num mar de luz’.

De acordo com o portal Vatican News, os mais novos chegaram para este encontro com Francisco, em Roma, através de comboio (Génova) e de barco (Sardenha), com histórias impressionantes de vida para contar.

A iniciativa, promovida anualmente pelo Conselho Pontifício para a Cultura, tem como intervenientes “crianças que enfrentaram situações de dificuldade e fragilidade social”, explica a Santa Sé.

Este ano destinou-se às crianças que foram atingidas com a queda da Ponte Morandi, em Génova, e que sofreram com as inundações na ilha da Sardenha.

As crianças dialogaram com o Papa argentino sobre o impacto e as consequências vividas com as diferentes tragédias e vão lançar uma mensagem de solidariedade.

A iniciativa “não é só um evento”, realça a Santa Sé, mas um “percurso pedagógico e educativo” que continua durante todo o ano escolar dentro das escolas, através de atividades preparatórias e momentos de encontro e formação.

Os mais novos partilharam com Francisco alguns dos trabalhos que foram realizando ao longo do ano, inseridos neste projeto.

LFS/JCP

(atualizada às 15h32)

Partilhar:
Share