Cidade do Vaticano, 29 nov 2021 (Ecclesia) – O Papa nomeou este sábado como novo visitador apostólico em Medjugorje o arcebispo Aldo Cavalli, até agora núncio apostólico nos Países Baixos.

O responsável assume a missão que foi desempenhada desde 2018 pelo arcebispo polaco D. Henryk Hoser, falecido em agosto.

O cargo de visitador apostólico, sublinha o portal de notícias do Vaticano, tem caráter “exclusivamente pastoral”, de acompanhamento “estável e contínuo” desta pequena cidade na Bósnia-Herzegovina.

A paróquia é um ponto de peregrinação para muitos católicos, desde a divulgação dos relatos de aparições da Virgem Maria a seis crianças de Medjugorje, em 1981.

Quatro anos depois, o cardeal Joseph Ratzinger, o Papa emérito Bento XVI, na altura prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, proibiu peregrinações oficiais de dioceses ou paróquias ao local, embora os católicos possam ali deslocar-se por sua iniciativa, inclusive na companhia de padres, se assim o desejarem.

Em 2010, o Papa Bento XVI criou uma Comissão Internacional de Inquérito sobre Medjugorje na Congregação para a Doutrina da Fé, liderada pelo cardeal Camillo Ruini.

Já em 2019, o Papa Francisco decidiu autorizar peregrinações a Medjugorje, na Bósnia-Herzegovina, permitindo que as mesmas sejam organizadas pelas dioceses e paróquias, e não apenas de forma privada.

OC

Partilhar:
Share