Incidentes provocaram morte de dezenas de pessoas

Cidade do Vaticano, 28 jun 2022 (Ecclesia) – O Papa lamentou hoje as recentes tragédias envolvendo migrantes em Melilla, região autónoma espanhola no norte de África, e na cidade norte-americana de San Antonio, no Texas.

“Recebi com dor as notícias das tragédias dos migrantes no Texas e em Melilla. Rezemos juntos por estes nossos irmãos mortos enquanto seguiam a esperança de uma vida melhor; e, por nós, para que o Senhor nos abra o coração e essas desgraças não aconteçam mais”, escreveu Francisco, na rede social Twitter.

Na última sexta-feira, cerca de duas mil pessoas tentaram entrar em Melilla; pelo menos 23 migrantes morreram e 140 polícias ficaram feridos, de acordo com as autoridades marroquinas.

A subcomissão de Migração e Mobilidade Humana da Conferência Episcopal Espanhola apelou a “medidas humanizadoras” para enfrentar esta nova crise e pediram às autoridades que esclareçam as circunstâncias em que ocorreram as mortes e ferimentos.

Já esta segunda-feira, 46 migrantes foram encontrados mortos num camião em San Antonio, a cerca de 240 km da fronteira entre os EUA e o México.

OC

Partilhar:
Share