Audiência pública lembrou também o papel dos avós na educação dos netos

Foto Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 11 mai 2022 (Ecclesia) – O Papa Francisco saudou hoje os peregrinos de Fátima e confiou-lhes “o ardente desejo de paz” para o mundo.

“Confiamos o ardente desejo de paz no mundo à Virgem Maria, que a todos envolve com seu olhar materno”, afirmou o Papa.

Na audiência pública desta semana, na Praça de São de Pedro, o Papa lembrou as “alegrias e preocupações” dos peregrinos que se dirigem para o Santuário de Fátima, nestes dias.

“O meu pensamento dirige-se também a quantos nestes dias rumam ao Santuário de Fátima, levando a Nossa Senhora as alegrias e as preocupações dos seus corações”, afirmou o Papa, no Vaticano.

“Que a bênção do Senhor sempre vos acompanhe”, afirmou.

Durante a audiência geral, Francisco fez também uma catequese subordinada ao tema «Judite. Uma jovem admirável, uma velhice generosa».

“Para os avós, uma parte importante da sua vocação é ajudar os filhos na educação das crianças”.

Para muitas pessoas, a aposentação coincide com “um merecido e desejado descanso de atividades exigentes e cansativas”, mas também acontece que o fim do trabalho represente “uma fonte de preocupação e seja esperado com uma certa inquietação”, disse ainda Francisco.

Na sua catequese, o Papa argentino realçou que “os pequeninos aprendem a força da ternura e o respeito pela fragilidade: lições insubstituíveis que, com os avós, são mais fáceis de transmitir e de receber”.

Os avós, por sua vez, “aprendem que a ternura e a fragilidade não são apenas sinais de declínio: para os jovens, constituem passagens que tornam humano o futuro”, disse

Atualmente, os avós têm um papel “muito importante na família” porque “ajudam os netos a crescer”, todavia hoje em dia “nascem cada vez menos filhos, e os pais estão cada vez mais distantes, mais sujeitos a deslocações, com situações de trabalho e de habitação não favoráveis”.

PR/LFS

Partilhar:
Share