Conferência Mundial da Associação Marítima Internacional Cristã decorre em Taiwan

Cidade do Vaticano, 21 out 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco apelou hoje a um compromisso ecuménico na defesa de pescadores e marinheiros, numa mensagem enviada à Associação Marítima Internacional Cristã (ICMA), reunida em Taiwan

“Nestes dias de encontros e reflexões, espero que encontrem formas cada vez mais eficazes de ajudar os marinheiros, os pescadores e as suas famílias”, refere o texto divulgado hoje pelo Vaticano.

A 11ª conferência mundial ICMA acontece até 25 de outubro, por ocasião do 50.º aniversário da sua fundação, com o tema “50 anos de trabalho conjunto em prol dos marinheiros, pescadores e suas famílias”.

Francisco deseja que esta data simbólica ajude todos “a continuar, com renovado espírito ecuménico, o seu serviço ao povo do mar”.

A mensagem evoca a Carta Apostólica ‘Stella maris’, de 1997, na qual São João Paulo II delineou as “linhas fundamentais” para o cuidado pastoral das pessoas que trabalham no mar e das suas famílias.

O Papa Francisco pede que todas as Igrejas e comunidades cristãs “ajudem os marítimos a conhecer Jesus Cristo e a viver segundo os seus ensinamentos, no respeito mútuo e na aceitação recíproca”.

A ICMA é uma associação livre de organizações cristãs, sem fins lucrativos, fundada em 1969, que representa atualmente mais de 450 centros marítimos e 900 capelanias em cerca de 125 países.

OC

Partilhar:
Share