Francisco destaca desafios de «informar e unir» para vencer «as doenças do racismo, da injustiça e da indiferença»

Cidade do Vaticano, 01 jul 2020 (Ecclesia) – O Papa enviou uma mensagem à Associação Católica de Imprensa dos Estados Unidos e Canadá, destacando os desafios de “informar e unir” para vencer “as doenças do racismo, da injustiça e da indiferença”.

“É essencial a missão dos meios de comunicação para manter as pessoas unidas, encurtando distâncias, fornecendo as informações necessárias e abrindo as mentes e os corações à verdade”, refere Francisco, num texto divulgado esta terça-feira pelo Vaticano.

“As nossas comunidades precisam dos meios de comunicação para informar e unir”, acrescenta.

O Papa lamenta a “polarização” que tomou conta da opinião pública, até na comunidade católica, desejando que os meios de comunicação sejam capazes de “construir pontes, defender a vida e derrubar muros, visíveis e invisíveis, que impedem o diálogo sincero e a verdadeira comunicação”.

Francisco espera ainda que os media possam ajudar “as pessoas, sobretudo os jovens, a distinguir o bem do mal, a fazer julgamentos corretos, baseados numa apresentação clara e imparcial dos factos, a compreender a importância do compromisso com a justiça, a concórdia social e o respeito pela casa comum”.

A mensagem recorda a importância da “comunhão com o bispo de Roma” [o Papa] para a imprensa católica.

OC

Partilhar:
Share