Francisco recebeu presidente palestino, em audiência privada

Cidade do Vaticano, 04 nov 2021 (Ecclesia) – O Papa recebeu hoje em audiência, no Vaticano, o presidente palestino Mahmoud Abbas, tendo ambos defendido a solução de dois Estados para Israel e Palestina, com estatuto próprio para Jerusalém, informa a sala de imprensa da Santa Sé.

“A respeito do processo de paz entre israelitas e palestinos, sublinhou-se a absoluta necessidade de reativar o diálogo direto para chegar à solução dos dois Estados, com a ajuda de um compromisso mais vigoroso da comunidade internacional”, refere a nota oficial divulgada após o encontro desta quinta-feira.

As duas partes sustentaram ainda que Jerusalém deve ser reconhecida como “lugar de encontro e não de conflito”.

“O seu estatuto deve preservar a identidade e o valor universal de cidade santa para todas as três religiões abraâmicas [Judaísmo, Cristianismo e Islamismo], também através de um estatuto especial internacionalmente garantido”, pode ler-se.

Em 2018, Francisco defendeu que só um estatuto especial, reconhecido internacionalmente, “pode preservar a identidade de Jerusalém, a sua vocação única enquanto lugar de paz, que abra a um futuro de reconciliação e esperança para toda a região”.

Mahmoud Abbas encontrou-se ainda com o cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, acompanhado por D. Paul Richard Gallagher, secretário do Vaticano para as relações com os Estados.

Durante as conversações foram reconhecidas “as boas relações entre a Santa Sé e o Estado da Palestina”, sublinhando a necessidade de “promover a fraternidade humana e a convivência pacífica entre os vários credos”.

“Falou-se ainda da urgência de trabalhar pela paz, evitando o uso de armas e combatendo qualquer forma de extremismo e fundamentalismo”, conclui o comunicado.

OC

Partilhar:
Share