Francisco apela a «partilha justa» dos recursos

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 25 jul 2021 (Ecclesia) – O Papa denunciou hoje no Vaticano a “tragédia da fome” no mundo, alertando para o impacto da desnutrição nas crianças, e apelou à “partilha justa” dos recursos.

“Vem à mente a tragédia da fome, que atinge principalmente as crianças. Segundo estimativas oficiais, cerca de sete mil crianças menores de cinco anos morrem todos os dias no mundo por motivos ligados à desnutrição, porque não têm o necessário para viver”, indicou Francisco.

Desde a janela do apartamento pontifício, o Papa comentou o episódio da multiplicação dos pães e dos peixes, com que Jesus alimenta cerca de cinco mil pessoas, relatado pelo Evangelho segundo São João.

“O Senhor pode fazer muito com o pouco que colocamos à sua disposição”, referiu.

Após a recitação da oração do ângelus, Francisco convidou à “lógica do presente”, em vez de procurar “acumular”. “

“O verdadeiro milagre, Jesus diz, não é a multiplicação que produz orgulho e poder, mas a divisão, a partilha, que aumenta o amor e permite que Deus faça maravilhas”, disse aos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro.

Após a oração, o Papa lembrou as vítimas das recentes cheias na China.

OC

Partilhar:
Share