Francisco assinala primeiro aniversário da declaração sobre a Fraternidade Humana, assinada em Abu Dhabi

Foto: Vatican Media

Cidade do Vaticano, 04 fev 2020 (Ecclesia) – O Papa deixou hoje uma mensagem contra o extremismo religioso e o terrorismo, assinalando o primeiro aniversário da declaração sobre a ‘Fraternidade Humana’, assinada em Abu Dhabi com o grão-imã de Al-Azhar

“Hoje celebramos o primeiro aniversário deste grande evento humanitário, esperando um futuro melhor para a humanidade, um futuro livre do ódio, do rancor, do extremismo e do terrorismo, em que prevaleçam os valores da paz, do amor e da fraternidade”, refere, numa mensagem em vídeo divulgada pelo Vaticano.

A intervenção foi apresentada aos participantes numa conferência sobre o documento de Abu Dhabi, realizada nos Emirados Árabes Unidos.

Francisco saudou, em especial, todas as pessoas “que na humanidade ajudam os seus irmãos pobres, doentes, perseguidos e frágeis sem olhar à religião, cor ou raça”.

A intervenção agradeceu ainda a iniciativa da casa inter-religiosa “Abrahamic Family House”, um projeto que irá acolher, em Abu Dhabi, uma mesquita, uma sinagoga e uma igreja dedicada a São Francisco de Assis.

Durante a conferência sobre o documento de Abu Dhabi, foi anunciado o Prémio Internacional da Fraternidade Humana.

Segundo o Papa, o objetivo é que “sejam encorajados todos os modelos virtuosos de homens e mulheres que, neste mundo, encarnam o amor através de ações e sacrifícios realizados para o bem dos outros.

“Peço a Deus Omnipotente que abençoe qualquer esforço que favoreça o bem da humanidade e nos ajude a seguir por diante, na fraternidade”, concluiu.

Já na sua conta da rede social Twitter, Francisco sublinha que o documento sobre a Fraternidade Humana, assinado há um ano, “escreveu uma nova página no diálogo entre as religiões e as pessoas de boa vontade”.

“Como irmãos e irmãs, queremos dizer não à violência e promover juntos a paz, a vida, a liberdade religiosa”, refere o Papa.

OC

Emirados: Papa e grande imã de Al-Aazhar assinam declaração inédita que condena terrorismo e intolerância

Partilhar:
Share