Terroristas mataram um padre e cinco fiéis católicosVaticano: Papa condena ataque contra igreja no Burquina Faso

Cidade do Vaticano, 13 mai 2019 (Ecclesia) – O Papa manifestou a sua “dor” pelo atentado que este domingo atingiu o Burquina Faso, matando um sacerdote e cinco fiéis católicos, durante a celebração da Missa.

“O Papa Francisco recebeu com dor a notícia do ataque à igreja de Dablo, no Burquina Faso . Ele reza pelas vítimas, seus familiares e por toda a comunidade cristã do país”, referiu o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti.

A Missa tinha começado há pouco na paróquia do Beato Isidoro Bakania em Dablo, no norte do país, quando um comando de 20 jihadistas, chegaram a bordo de motos, e rodearam a igreja, assinala o portal de notícias do Vaticano.

O sacerdote assassinado era o padre Siméon Yampa, de 34 anos, delegado para o diálogo inter-religioso na sua diocese.

Os terroristas incendiaram a igreja e um centro de saúde local.

A 29 de abril, o terrorismo islâmico tinha atingido outra igreja, matando um pastor protestante e cinco fiéis na localidade de Silgadji.

OC

Partilhar:
Share