Cidade do Vaticano, 27 jan 2020 (Ecclesia) – O Papa Francisco aprovou a eleição do cardeal Giovanni Battista Re como decano do Colégio Cardinalício e do cardeal Leonardo Sandri como vice-decano, informou o Vaticano.

A 21 de dezembro de 2019, o pontífice aceitou a renúncia do cardeal Angelo Sodano como decano do Colégio Cardinalício, cargo que ocupava desde abril de 2005.

O decano é considerado “primus inter pares”, não tendo poder de governo sobre outros cardeais; entre as suas funções está a de convocar o conclave, em caso de sede vacante, e de o presidir, caso tenha menos de 80 anos de idade – na atual situação, essa missão competiria ao vice-decano, D. Leonardo Sandri.

OC

Partilhar:
Share