Francisco associou-se ao primeiro Dia Nacional de Oração pelas vítimas e sobreviventes de abusos na Itália

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 17 nov 2021 (Ecclesia) – O Papa apelou hoje à proteção de adolescentes e crianças nas famílias, escolas, associações desportivas e paróquias, associando-se à celebração do primeiro Dia Nacional de Oração pelas vítimas e sobreviventes de abusos, na Itália.

“É dever imprescindível de quem tem responsabilidades educativas na família, na paróquia, na escola e nos meios desportivos proteger e respeitar os adolescentes e as crianças que lhes são confiadas, porque nestes lugares acontecem a maioria dessas situações”, disse Francisco, no final da audiência pública semanal, no Auditório Paulo VI.

A jornada de oração é promovida, esta quinta-feira, pela Conferência Episcopal Italiana.

O Papa deixou votos de que este dia seja “uma oportunidade de reflexão, sensibilização e oração para apoiar caminhos de recuperação humana e espiritual das vítimas”.

A Comissão Pontifícia para a Proteção dos Menores, instituída pelo Papa em março de 2014, propôs em fevereiro uma jornada de oração pelas vítimas de abusos sexuais, sublinhando que esta faz parte do processo de cura para “sobreviventes de abuso, as suas famílias e comunidades de fiéis”.

A iniciativa nasceu no final de 2016, quando o Papa escreveu às Conferências Episcopais em todo o mundo, pedindo-lhes que escolhessem uma data para celebrar uma jornada nacional oração pelas vítimas e sobreviventes de abusos.

Nos últimos anos, várias Conferências Episcopais e dioceses implementaram esta proposta.

OC

Partilhar:
Share