Papa prolonga suspensão da atividade judicial no Estado

Cidade do Vaticano, 02 abr 2020 (Ecclesia) – O porta-voz do Vaticano anunciou hoje em comunicado que há um novo caso de Covid-19 entre os funcionários da Santa Sé, elevando o total de casos confirmados para sete, no Estado.

Segundo Matteo Bruni, trata-se de um homem que “já estava em isolamento desde meio de março”, dado a sua sua esposa ter tido um teste com resultado positivo, ao novo coronavírus, depois de ter prestado serviço no hospital italiano onde trabalha.

A nota assinala ainda que “todas as realidades institucionais, os vários órgãos e dicastérios da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano prosseguem apenas com as atividades essenciais, necessários e inadiáveis”.

Os profissionais destes organismos têm adota medidas como o teletrabalho ou a rotatividade, “a fim de salvaguardar a saúde dos funcionários”.

Ainda hoje, o Papa decidiu prolongar até 4 de maio as medidas que limitam a atividade judicial no Estado do Vaticano, para “combater a emergência epidemiológica da Covid-19 e conter os efeitos negativos” sobre este campo.

OC

Covid-19: Vaticano confirma caso positivo na residência do Papa, mas descarta novos contágios

 

Partilhar:
Share