Francisco saudou responsáveis da AIC, a celebrar 25.º aniversário

Foto: AIC

Cidade do Vaticano, 06 nov 2019 (Ecclesia) – A AIC – Associação de Imprensa de Inspiração Cristã afirmou hoje junto do Papa, no Vaticano, o seu compromisso com a “verdade”, contra as ‘fake news’, e a determinação em “dar voz às periferias”.

Num documento entregue a Francisco, no final da audiência pública semanal, que decorreu na Praça de São Pedro, a Direção da AIC apontou ao trabalho em curso para criar mecanismos que ajudem os leitores a distinguir as notícias.

“A AIC compromete-se a promover, junto dos seus associados, o esforço de procurar ajudar os seus leitores a distinguir o bem do mal, através da busca e identificação de fontes credíveis, da contextualização da realidade e interpretação correta dos factos do dia a dia, ajudando a combater as ‘fake news’ que intoxicam a sociedade”, lê-se no documento enviado à Agência ECCLESIA.

Na mesma mensagem, a associação “reafirma o seu compromisso. junto dos seus 170 associados. em dar voz aos mais desprotegidos e a chamar a atenção dos decisores para as periferias”.

O Papa  saudou a comitiva da AIC, durante a audiência geral, tendo os responsáveis portugueses agradecido pela sua inspiração, “dando voz a quem não a tem, às periferias”.

Francisco respondeu, sublinhando que este é “sem dúvida, um trabalho difícil”.

A delegação da Associação de Imprensa de Inspiração Cristã era constituída pelo presidente da Direção, Paulo Ribeiro (Jornal Alvorada, Lourinhã); o vice-presidente, Paulo Rocha (Agência Ecclesia); a tesoureira, Maria da Conceição Vieira (Jornal da Família, Lisboa); o secretário, António Manuel Marques (Raio de Luz, Sesimbra);  o vogal António Gonçalves Rodrigues (Mensageiro de Bragança, Bragança); e o vice-presidente da Assembleia-Geral, padre Francisco Barbeira (jornal A Guarda).

Em declarações à Agência ECCLESIA, Paulo Ribeiro sublinha um “momento significativo” que representa “o culminar da celebração do 25.º aniversário” da associação, assinalada pela “carta-compromisso” com os valores assumidos pelos vários títulos.

“É muito reconfortante para todos termos tido o carinho, por parte do Santo Padre, de estar uns breves minutos connosco. É sempre um momento emocionante”, confessou.

A Direção da AIC quis assinalar esta audiência com uma placa comemorativa gravada em vidro, que evoca os 25 anos que a associação está a celebrar.

A delegação entregou também a Francisco uma inscrição em madeira que assinala 40 anos do programa ‘70×7’, emitido na RTP e da responsabilidade editorial do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais.

A AIC representa cerca de 170 títulos de jornais e revistas, com uma tiragem média mensal de cerca de dois milhões de exemplares.

PR/OC

Notícia atualizada às 10h50

Partilhar:
Share