Papa foi sepultado no local que acolheu o féretro de João Paulo II

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 08 jan 2023 (Ecclesia) – O túmulo do Papa Bento XVI, falecido a 31 de dezembro de 2022 e sepultado no último dia 5 de janeiro, começou hoje a ser visitado por centenas de fiéis, na Cripta da Basílica de São Pedro.

O espaço, no Vaticano, acolheu o féretro de João Paulo II, em 2005; os restos mortais do Papa polaco foram transferidos em 2011, imediatamente após a beatificação, para a capela de São Sebastião, ao lado da Pietà de Michelangelo.

A tripla urna de Bento XVI, em cipreste, zinco e carvalho, foi coberta com uma placa de mármore branco e a inscrição ‘Benedictus PP. [Pontifex Pontificum, pontífice dos pontífices] XVI’.

“Homens e mulheres, famílias com crianças, freiras e padres, muitos dos quais já haviam homenageado de 2 a 4 de janeiro o corpo do Papa exposto na Basílica, fizeram fila junto ao Altar da Confissão para poder descer à cripta”, relata o portal ‘Vatican News’.

Foto Vatican Media

Após as 19h00 de quarta-feira, quando a porta da Basílica de São Pedro encerrou portas aos peregrinos e visitantes que se despediram do Papa emérito, o caixão, em madeira de cedro, foi fechado num rito privado.

O mestre das Celebrações Litúrgicas, monsenhor Diego Ravelli, leu o ‘rogito’ – elegia em latim, relatando os principais atos da vida do falecido Papa -, e, em seguida, estendeu-se o véu de seda branca sobre o rosto do defunto, que é aspergido com água benta.

Junto ao corpo de Bento XVI foi colocado um saco com as moedas e medalhas cunhadas durante o pontificado, os pálios (insígnia litúrgica que é símbolo de autoridade nas arquidioceses metropolitas, como a de Munique e de Roma, servidas por Joseph Ratzinger) e o tubo com o “rogito”, depois de selado com o selo do Departamento das Celebrações Litúrgicas.

O documento é, oficialmente, a “Escritura para o piedoso trânsito de Sua Santidade Bento XVI, Papa Emérito”.

OC

Bento XVI: Nota biográfica que acompanha sepultura sublinha percurso teológico e «extraordinária capacidade» de apresentar a fé

 

 

Partilhar:
Share