Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos falou no lançamento de biografia do jovem, «Da informática ao Céu»

Cidade do Vaticano, 25 fev 2021 (Ecclesia) – O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos (Santa Sé) disse no Vaticano que a beatificação do jovem Carlo Acutis em Assis, no último mês de outubro, despertou uma grande atenção em relação à sua pessoa.

O cardeal Marcello Semeraro falava a respeito da publicação da bibliografia “Da informática ao Céu. Carlo Acutis”, que foi publicada pela Editora do Vaticano (LEV).

“Não é tanto o aspeto editorial que nos envolve, mas a referência à fama de santidade deste jovem, que está a crescer, sem dúvida”, assinalou o colaborador do Papa.

A cerimónia de beatificação, a 10 de outubro de 2020, integra a nova edição, com prefácio de monsenhor Dario Edoardo Viganò, vice-reitor da Academia Pontifícia das Ciências e da Academia Pontifícia das Ciências Sociais, e introdução de Nicola Gori, autor do livro e postulador da causa de beatificação de Carlo.

O livro inclui um QRcode que remete para um site onde estão disponíveis o filme “A Minha Estrada para o Céu” e outros vídeos gratuitos sobre a vida de Carlo Acutis.

Após a beatificação, a Igreja Católica requer o reconhecimento de um milagre para a canonização.

“É um processo que se desenvolve, antes de tudo, a nível de consultoria médica e depois de consultoria dos teólogos, onde se verifica se houve uma invocação real do beato, se esta foi dirigida somente a ele e, portanto, se há também uma relação de causa e efeito, embora não em termos estritamente matemáticos”, precisa D. Marcello Semeraro

Carlo Acutis nasceu em maio de 1991, em Londres onde os pais estavam a trabalhar, e faleceu em setembro 2006, em Monza (Itália), com 15 anos, vítima de uma leucemia fulminante, tendo sido apresentado desde logo como modelo de santidade e um “génio” da informática”.

Em Portugal foi publicado, em 2019, o livro ‘Não eu, mas Deus – Biografia espiritual de Carlo Acutis’ onde o padre Ricardo Figueiredo, do Patriarcado de Lisboa, apresenta a história de vida do jovem que descobriu quando foram aprovadas as suas virtudes heroicas, em julho de 2018.

A obra tem também uma memória fotográfica onde mostra a passagem do beato por Portugal, nomeadamente Lisboa e Fátima.

OC

Partilhar:
Share