Peregrinação Internacional do Migrante e Refugiado O Cardeal Liubomyr Husar, Arcebispo Maior de Kiev e Halytch e Dionísio Lachovicz, Bispo Auxiliar do Arcebispo Maior de Kiev e Halytch, da Igreja Greco-Católica da Ucrânia, escreveram uma “Carta Pastoral aos Ucranianos em Portugal”. A mensagem de três páginas, em língua ucraniana, foi lida este Domingo nas eucaristias celebradas nas várias comunidades animadas pelos 7 sacerdotes de rito oriental que exercem ministério nas dioceses portuguesas. Os Bispos apelam aos cidadãos ucranianos que vejam a estadia em Portugal “não somente como uma oportunidade para prosperar materialmente, mas também como uma possibilidade de enriquecimento espiritual, visto ser um país que possui uma cultura muito antiga e de matriz cristã”. “Quem se afasta de Deus e se preocupa somente com a acumulação de bens materiais, pode até consegui-lo, mas corre o risco de perder a sua alma e, com o passar do tempo, perder a consciência da própria identidade”, alertam. A mensagem alerta ainda para “o perigo que pode afectar uma vida no estrangeiro”, pedindo que os imigrantes estejam atentos para não cair na rede de pessoas desprovidas de moral, de serem cruelmente explorados e privados violentamente de um salário justo, de morar em condições indignas e sub-humanas”. As dificuldades familiares preocupam também a Igreja na Ucrânia, considerando que “é necessário ou reunir a família no Exterior (se se pretende permanecer em Portugal por um longo tempo ou para sempre) ou limitar ao máximo o tempo de permanência longe da família”. Os Bispos deixam uma saudação particular “à Igreja em Portugal, pela compreensão solidária e grande carinho demonstrados em relação às nossas necessidades e dificuldades encontradas”. Com a divulgação da Carta Pastoral, a primeira deste género, iniciou-se a preparação e mobilização das comunidades – organizadas e informais – de ucranianos e outros imigrantes da Europa de Leste, com vista à Peregrinação Internacional do Migrante e Refugiado de 12 e 13 de Agosto, em Fátima. A Peregrinação será presidida pelo delegado do Cardeal Lubomyr Husar, da Igreja Greco-Católica Ucraniana, o bispo D. Dionisio Lachovicz, bispo-auxiliar do Arcebispo Maior de Kiev e Halytch e responsável pelas Comunidades Ucra-nianas no Exterior. De 9 a 17 de Agosto, realizará uma visita pastoral às comunidades ucranianas em Portugal para conhecer melhor o seu caminho de integração social e religiosa. Por decisão da Comissão Episcopal da Mobilidade Humana, serviço pastoral que promove o evento em colaboração com a Diocese de Leiria-Fátima e Santuário, esta semana de sensibilização e encontro a realizar em todo o país, será dedicada à Imigração proveniente da Europa de Leste. Da Ucrânia está prevista a participação de perto de uma centena de jovens católicos das dioceses de Kiev e Sokal que, por esta ocasião, peregrinam ao Santuário de Fátima, acompanhados pelo bispo D. Zenoviy Koltun. A Peregrinação Internacional integra-se na 34ª Semana Nacional de Migrações, promovida pela Obra Católica Portuguesa de Migrações (OCPM). Uma semana de sensibilização que pretende ser sete dias de acolhimento e gratidão solidárias para com 5 milhões de emigrantes portugueses e milhares imigrantes no país e os missionários que com eles trabalham.

Partilhar:
Share