Francisco denuncia «morte, destruição e sofrimento» causados pela guerra

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 26 jun 2022 (Ecclesia) – O Papa recordou hoje, no Vaticano, as vítimas dos bombardeamentos na Ucrânia, que se intensificaram nas últimas horas.

“Na Ucrânia, continuam os bombardeamentos, que causam morte, destruição e sofrimento à população. Por favor, não nos esqueçamos deste povo atingido pela guerra, não o esqueçamos no coração e nas nossas orações”, disse, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do ângelus.

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitschko, referiu que várias explosões foram sentidas na capital ucraniana, na última madrugada.

As autoridades ucranianas informaram também que as tropas russas “dispararam de forma massiva” contra Kharkiv durante a noite.

No sábado, a Força Aérea da Ucrânia registyou um “ataque russo maciço (…) com mais de 50 mísseis de vários tipos disparados do ar, mar e terra”.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de quatro mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A guerra causou a fuga de mais de 16 milhões de pessoas das suas casas, oito milhões das quais abandonaram o país.

OC

Partilhar:
Share