Angra do Heroísmo, Açores, 22 mar 2019 (Ecclesia) – O Projeto ‘+Partilha’ vai dinamizar na Ouvidoria do Faial, Diocese de Angra, a partir de hoje uma campanha de recolha de alimentos para crianças e jovens, com “mais de 100 voluntários” de diversos movimentos, até 24 de março.

“Este é um dos projetos mais importantes a nível socio-caritativo que a Igreja do Faial promove e pelos resultados obtidos no ano passado há́ otimismo em relação à resposta que os faialenses nos darão”, disse o padre Nelson Pereira, responsável pelo Projeto ‘+Partilha’.

O sacerdote, que é também o coordenador (responsável) da Pastoral Juvenil da Ilha do Faial, apela à “ajuda de todos” para que seja possível, ao longo deste ano, “ajudar ainda mais jovens e crianças” do que na primeira edição, no ano passado.

Em 2018, o Projeto ‘+Partilha’ permitiu ajudar “um total de 183 crianças e jovens”, num universo de 257 famílias do Faial, onde verificaram “um risco elevado” de pobreza infantil e juvenil.

Os bens foram também entregues a instituições de solidariedade social responsáveis por crianças e jovens com dificuldades ou que lhes prestam apoio regular.

A iniciativa de intervenção social “mantém o seu objetivo” e contam com “mais de 100 voluntários” da Igreja Católica, para além da pastoral juvenil, da Cáritas, que está a viver e celebrar a sua Semana Nacional 2019, do CNE – Corpo Nacional de Escutas e da pastoral escolar.

Os voluntários vão estar nos três supermercados da ilha do Faial, entre hoje e domingo, e o projeto que tem também uma vertente ambiental vai usar sacos de pano na recolha dos alimentos.

O sítio online ‘Igreja Açores’, da Diocese de Angra, informa ainda que o projeto ‘+Partilha’ conta com os apoios da Câmara Municipal da Horta e da Direção Regional da Juventude.

CB

Partilhar:
Share