Presidente da Cáritas Portuguesa disse na Missa que assinalou o Dia Cáritas que a responsabilidade de ajudar os mais frágeis é de todos

Lisboa, 07 mar 2021 (Ecclesia) – A presidente da Cáritas Portuguesa afirmou hoje na Missa que assinalou o Dia Cáritas que se vivem “tempos difíceis” e a responsabilidade de ajudar os mais frágeis “é de todos” .

“O meu desafio é que hoje sejamos todos Cáritas”, disse Rita Valadas.

A Missa do Dia Cáritas foi presidida pelo secretário da Comissão Episcopal Pastoral Social e Mobilidade Humana, padre José Manuel Pereira de Almeida, que é também assistente da Cáritas Portuguesa.

“Vivemos tempos muito difíceis e  celebrar em unidade a Cáritas e a sua ação é também a nossa forma de alertar para a importância que cada um de nós tem na ajuda aos mais frágeis.”, disse Rita Valadas.

“Todos somos poucos, mas juntos acrescentamos valor e podemos enriquecer este exército de boa vontade que é a Cáritas em cada diocese, em cada paróquia, em cada território, seja em Portugal, seja no mundo, e tocar a vida de cada pessoa mais vulnerável. Sejamos hoje, todos, Cáritas”, disse Rita Valadas no fim da celebração, que decorreu na Igreja de Santa Isabel, em Lisboa, e transmitida pela Renascença.

A presidente da Cáritas Portuguesa pediu a cada um para “tocar a vida de cada pessoa mais vulnerável”.

“Estendam hoje, todos e ao vosso modo, a mão ao próximo e estaremos perto. Contamos convosco”, concluiu.

Termina este domingo a Semana Cáritas, este ano com atenção reforçada aos efeitos da pandemia e um peditório online, destinado às respostas solidárias da organização católica, e assinalando os 65 anos da organização católica, com o tema “Cáritas, o amor que transforma”.

Durante a celebração, o padre José Manuel Pereira de Almeida recordou a mensagem que o presidente da Caritas Internationalis enviou à Cáritas Portuguesa, referindo que “são 65 anos de um serviço de amor em nome de Jesus Cristo, em nome da Igreja e em nome dos muitos pobres que nos tornam presente Jesus e nos convidam a amar”.

Face à ausência de uma das principais fontes de angariação das 20 Cáritas Diocesanas que compõem a rede nacional, foi lançado um peditório online.

PR

 

Partilhar:
Share