Lisboa, 16 out 2019 (Ecclesia) – A Universidade Católica Portuguesa promove hoje em Roma um seminário sobre ‘Economia, Teologia e Sustentabilidade’, no âmbito do Sínodo que o Papa Francisco dedica à Amazónia e à temática da Ecologia Integral.

Segundo um comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a proposta da UCP está relacionada com o espaço ‘Tenda da Amazónia Casa Comum’ que, em ligação com os trabalhos sinodais, pretende reunir contributos dos mais variados agentes que trabalham na área amazónica ou se dedicam à questão ecológica.

Além da UCP, a ‘Tenda da Amazónia – Casa Comum’, que funciona nas imediações da igreja de Santa Maria em Traspontina, (na Via della Conciliazione, próximo da Praça São Pedro), conta com a presença de diversas instituições académicas internacionais, entre elas a Universidade Gregoriana e a Universidade Católica de Valência.

Este evento associado ao Sínodo para a Amazónia, que decorre entre 6 e 27 de outubro no Vaticano, conta com representantes de diversos organismos católicos, como a Cáritas Internacional, a Cáritas Espanhola e o Movimento Católico Mundial do Clima.

A envolvência de várias congregações que trabalham no território da Amazónia será também uma realidade, entre elas a Companhia de Jesus, os Missionários Combonianos, os Missionários da Consolata, os Franciscanos, os Oblatos de Maria Imaculada e a União Internacional das Superioras Gerais.

Do lado das organizações religiosas ou civis de cooperação para as mais variadas causas sociais e ambientais, realce para a presença da CIDSE – Aliança Internacional das Agências de Desenvolvimento pela Justiça Global, e da Rede TALITAKUM – contra o Tráfico de pessoas.

Com o Seminário «Cuidar de todos, cuidar da terra. (N)A urgência de uma transformação cultural.» pretendemos desenvolver um itinerário que cruze a reflexão teológica e económica com a preocupação da sustentabilidade. A partir de várias dinâmicas, pretendemos envolver os participantes na escuta e discernimento da realidade procurando encontrar e identificar nela os desafios a que Deus nos convoca.

(UCP)

A presença da Universidade Católica Portuguesa neste esforço de reflexão a favor do contexto da Amazónia, dos desafios que se apresentam a este pulmão da Terra, aos seus povos indígenas, e à preservação do meio-ambiente, foi confirmada pelo secretário executivo para a ‘Tenda da Casa Comum’, numa carta onde dá ‘luz verde’ à participação da UCP, faltando agora “definir os dias e as atividades a realizar”.

Na apresentação da referida ‘Tenda’, em junho, foi sublinhado que este projeto “não pretende ser um espaço alternativo”, mas antes “ligado ao Sínodo” sobre a Amazónia, “para ajudar os padres sinodais a manter-se em sintonia com a realidade daquele território e com toda a reflexão sobre a missão na região”.

Para cumprir esse objetivo, estão a ser promovidas diversas atividades de reflexão, desde seminários, debates, palestras e testemunhos de missão; a par de outros eventos de índole mais cultural, como exposições fotográficas, apresentações de documentários e livros, e a explicação de rituais e costumes ligados à vivência das comunidades indígenas.

JCP/OC

Sínodo 2019: Exposição junto ao Vaticano alerta para consequências da mineração na Amazónia (c/fotos)

Partilhar:
Share