O Bispo de Aveiro, na celebra da Paixão e Morte de Cristo, referiu que a pandemia está “a espalhar tanto sofrimento pelo mundo”

Foto: Diocese de Aveiro

Aveiro, 10 abr 2020 (ECCLESIA) – O Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, referiu na celebração de Sexta-feira Santa que diante da pandemia que está “a espalhar tanto sofrimento pelo mundo, muitos se perguntam o que faz Deus em relação à dor humana?”

A resposta é a “Paixão de Cristo” porque “contemplando Jesus crucificado pode-se “descobrir a verdadeira face de Deus”, frisou D. António Moiteiro.

Atualmente, a humanidade “está crucificada na cruz do Coronavirus” porque existem “muitas formas de sofrimento”.

O “poder do mundo passa mas o amor permanece”, acrescenta.

Carregar com a cruz é “o requisito necessário para avançar pelo caminho de Jesus em direção à vida verdadeira”, afirmou na homilia da Paixão e Morte de Cristo.

A cruz como identidade do cristão “marca o estilo de vida” que guiou Jesus “ao longo da sua existência”, sublinhou o Bispo de Aveiro.

LFS

 

 

Partilhar:
Share