Novos aderentes assinam compromisso a 19 de maio

Lisboa, 17 mai 2021 (Ecclesia) – Um conjunto de organizações católicas vai assinar, esta quarta-feira, um compromisso de desinvestimento em combustíveis fósseis, assinalando a ‘Semana Laudato Si’ convocada pelo Papa e o Vaticano.

O Movimento Católico Global pelo Clima sublinha que as várias instituições se unem a dezenas de organismos que já responderam ao convite da Santa Sé, que em junho de 2020 publicou um conjunto de diretrizes ambientais, nas quais se enquadra o desinvestimento em combustíveis fósseis como “uma escolha ética”.

As diretrizes sugerem que os compromissos éticos das instituições católicas devem “evitar o apoio a empresas que prejudicam a ecologia humana ou social (por exemplo, aborto e armas) e ecologia ambiental (por exemplo, combustíveis fósseis)”.

190 instituições católicas no mundo inteiro já desinvestiram em combustíveis fósseis, informa o movimento, que promove um programa de desinvestimento e reinvestimento.

A proposta é acompanhada por um “guia de investimento ético, numa visão abrangente do desinvestimento em combustível fóssil escrito sob uma perspetiva católica.

“Inspire-se com estudos de casos de desinvestimento católico, histórias, reais sobre instituições que se juntaram a este movimento em rápido crescimento”, desafia o Movimento Católico Global pelo Clima.

OC

Igreja/Ambiente: Vaticano lança «manual» Laudato Si’, com mais de 200 «mandamentos» para uma ecologia integral

Partilhar:
Share