Lisboa, 10 out 2017 (Ecclesia) – A realização de «Campos de Férias Hospitaleiros» tem representado há vários anos a possibilidade de mobilizar os mais jovens em “experiência de serviço” na área da saúde mental.

“Tem sido uma prática na Ordem Hospitaleira de São João de Deus, de há já longo tempo, a realização de Campos de Férias para jovens, principalmente nos meses de verão e fazendo-os coincidir com os períodos de férias escolares”, explica um comunicado da instituição católica enviado à Agência ECCLESIA.

Estes Campos de Férias são articulados com a Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus e integrados nas dinâmicas de Pastoral da Juventude Hospitaleira (JH), um movimento juvenil assistido e animado pelas duas instituições religiosas.

Em 2017, o trabalho na área da saúde mental decorreu nos diversos centros assistenciais de Portugal continental, Açores e Madeira.

A Ordem Hospitaleira de São João de Deus recorda as pessoas adultas portadoras de doença mental, “que vivem institucionalizadas e que tantas vezes são relegadas para a periferia das relações”.

Os participantes nos Campos de Férias colaboram no “apoio às refeições, pequenos passeios, jogos e animações, dinamização de tempos sociais, acompanhamento em celebrações litúrgicas”.

“Paralelamente a estes tempos de serviço e de missão assistencial, foram também oferecidas, a todos os jovens, diversas oportunidades de formação técnica, humana e espiritual, nomeadamente através da participação em encontros formativos com profissionais de saúde, em workshops temáticos, em dinâmicas de reflexão e em tempos de oração”, acrescenta o comunicado.

Estas iniciativas querem sublinhar o “valor intrínseco da vida e a dignidade inalienável da pessoa, mesmo quando esta faz a experiência da doença e do sofrimento”.

A Clínica de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar São João organizam hoje, para assinalar o Dia Mundial de Saúde Mental, uma tertúlia subordinada ao tema ‘Saúde Mental e Arte’, moderada por Denise Pollini, e que decorre no Serviço Educativo da Fundação Serralves, Porto.

OC

Partilhar:
Share