Santarém, 30 jan 2021 (Ecclesia) – O padre António Augusto Gonçalves Diogo faleceu hoje, aos 86 anos de idade, vítima de covid-19, no Hospital de Santarém, onde se encontrava internado, informou a Diocese local.

Nascido em Casteleiro, Sabugal (Diocese da Guarda), o falecido sacerdote foi ordenado a 15 de agosto de 1963, em Lisboa, tendo desempenhado o seu ministério em várias paróquias da Diocese de Santarém, após a sua criação.

“O padre Diogo foi um sacerdote profundamente marcado por uma consciência agradecida do dom do sacerdócio. Como tal, teve no ministério a única prioridade da sua vida. Uma vida enraizada em Cristo e no amor muito vivo a Nossa Senhora”, refere uma nota divulgada online.

O texto destaca a experiência do sacerdote como capelão militar na Guiné-Bissau, país com que “manteve sempre uma estreita relação de cooperação a vários níveis, desde a partilha de bens, ao acolhimento de leigos que vinham estudar ou procurar emprego, aos muitos sacerdotes que passaram pela Diocese de Santarém”.

“Damos graças ao Senhor pela sua vida e pelo seu testemunho luminoso. Que viva agora em Cristo, como em Cristo viveu entre nós”, conclui o texto.

As celebrações das exéquias vão decorrer este domingo, no cemitério do Casteleiro, terra natal do padre António Augusto Gonçalves Diogo.

OC

Partilhar:
Share