Cidade do Vaticano, 18 jun 2019 (Ecclesia) – O secretário do dicastério para a vida consagrada, D. Rodríguez Carballo, disse no encerramento do encontro das novas formas de vida consagrada, 15 deste mês, que “o Espírito não se repete, mas é criativo”.

Na conclusão dos trabalhos que se realizaram em Roma de 13 a 15 deste mês, o arcebispo José Rodríguez Carballo destacou a variedade de carismas e encorajou as novas formas de preservar essa rica diversidade.

Nesta quinta edição do encontro, com 130 participantes provenientes de 22 países, os participantes refletiram sobre «Abrindo Caminhos: Consagração e os estados de vida nas novas formas de vida consagrada», lê-se no portal VaticanNews.

A noção de consagração nos diferentes estados de vida, a comunhão na missão, os modos de pertença segundo o estado de vida e o termo “família eclesial” foram alguns dos temas fundamentais que nasceram dos debates.

O secretário do dicastério para a Vida Consagrada também apontou alguns aspetos a serem considerados nos trabalhos futuros das novas formas: o marco jurídico, a consciência de que a lei deve ajudar a vida; a comunhão eclesial; a relação com os fundadores e fundadoras; o sentido do serviço de autoridade, a noção de consagração e a importância da formação.

As novas formas surgem a partir do século XX e compartilham traços comuns, como a acolhida de todos os estados de vida e o compromisso de responder aos desafios da nova evangelização.

LFS

 

Partilhar:
Share