Foto: CM-Oeiras

A perda de emprego e de rendimentos lançam na incerteza muitos agregados familiares que procuram uma forma de sobreviver. E muitos são as pessoas que procuram nas comunidades paroquiais uma forma de ajuda. Isso mesmo tem acontecido na Unidade pastoral de Oeiras e São Julião, na periferia da cidade de Lisboa. A estas comunidades chegam pedidos de ajuda que recebem como resposta a solidariedade de pessoas que se organizam para ajudar quem nesta hora necessita, mas juntam-se muitos também que entendem que o bem-comum é construção de todos, como nos conta o responsável por esta unidade pastoral, o padre Nuno Westwood.

Partilhar:
Share