Iniciativa dá a conhecer celebrações de sete religiões e 11 tradições religiosas

Lisboa, 07 jan 2020 (Ecclesia) – O Calendário inter-religioso, lançado pela Paulinas Editora e  com o apoio do Alto Comissariado para as Migrações, apresenta as celebrações de sete religiões e 11 tradições religiosas que é necessário “dar a conhecer”.

Rui Costa Oliveira é o responsável por este calendário inter-religioso que, desde 2003, “junta as celebrações dos tempos fortes das confissões religiosas mais representativas em Portugal: Budismo, Cristianismo (Anglicanos, Católicos, Evangélicos e Ortodoxos), Fé Bahá’í, Hinduísmo, Islamismo, Judaísmo, e Tradições chinesas”.

“Este calendário dá a perceber o que cada um está a celebrar naquele momento e que a grande preocupação é que se conheça o outro, aquele que está ao nosso lado e dar a possibilidade de nos dar a conhecer a nós”, refere, em declarações à Agência ECCLESIA.

Na opinião do responsável, este não é só um calendário, mas “11 calendários que ali se juntam”, num formato vertical, e foi adotada a “representatividade em Portugal” como critério de seleção, numa organização do Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Para Rui Costa Oliveira, um calendário é um “instrumento de poder” pelas razões históricas que ao longo dos tempos foram sentindo a necessidade de organizar o tempo. 

“Um calendário é um instrumento de poder, basta verificar na contracapa que tem uma sinopse dos calendários e a História de como nasceram, para verificar que alguns nascem com pessoas do poder, seja imperador ou governante, são instrumentos de poder, quem domina o calendário faz a gestão dos tempos das sociedade”, acrescenta.

“Celebração do Tempo 2020”, que assinala o Ano Internacional da Fitossanidade e tem como temática literária os Direitos Humanos.

Editado pela Paulinas Editora, com o apoio do ACM, o calendário apresenta as festividades de cada uma das confissões religiosas mais representativas em Portugal – Budismo, Cristianismo (Anglicanos, Católicos, Evangélicos e Ortodoxos), Fé Bahá’í, Hinduísmo, Islamismo, Judaísmo, e Tradições chinesas –, bem como efemérides nacionais e internacionais, da ONU e da União Europeia.

HM/SN

 

Partilhar:
Share