Pelo gesto e pelo toque se pode destruir ou construir uma pessoa. Cátia Tuna, investigadora de História Religiosa, diz acreditar nas pequenas transfigurações que ocorrem à nossa volta, pois é nossa opção fazer com que os nossos gestos transfigurem ou desfiguram.
E as mãos podem adquirir tantos gestos, para construir ou destruir: as mãos que pintam, que rezam, ou pedem esmola vazias, tal como as mãos voltadas para cima, que rezam.

 

Partilhar:
Share