Diz-nos o padre António Pedro Monteiro que o verdadeiro perfume é o da relação, da proximidade. No seu trabalho em ambiente hospitalar, onde é capelão, há que deixar que o outro se narre, deixar que o outro se liberte do mau cheiro, algo que só acontece na proximidade. Seguimos o repto do Papa Francisco para perceber como o cheiro a ovelhas se torna o caminho de um padre.

 

 

Partilhar:
Share