Relatório final vai ser divulgado no dia 13 de fevereiro, em conferência de imprensa

Foto: Arlindo Homem/Agência ECCLESIA

Fátima, 10 jan 2023 (Ecclesia) – O secretário e porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) afirmou hoje que o episcopado vai receber “com toda a serenidade” o relatório final sobre o estudo de casos de abuso sexual na Igreja Católica e tomará as “medidas adequadas”.

Em declarações aos jornalistas após a reunião do Conselho Permanente da CEP, em Fátima, o padre Manuel Barbosa referiu que a Comissão Independente para o Estudo de Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica está a realizar um “estudo sério e independente”, que vai ser entregue ao presidente da Conferência Episcopal no dia 12 de fevereiro, na véspera de ser apresentando publicamente.

O relatório final do estudo sobre casos de abuso sexual na Igreja Católica desde 1950, realizado pela Comissão Independente, vai decorrer na Fundação Gulbenkian no dia 13 de fevereiro, a partir das 10h00, em conferência de imprensa.

“É estudo sério, nós acreditamos nisso, e vamos recebê-lo com toda a serenidade e confiança que temos mantido sempre na Comissão para analisar os dados que surgirem”, afirmou o porta-voz da CEP.

O padre Manuel Barbosa sublinhou que as conclusões que forem fornecidas pelo estudo serão depois analisadas pela Conferência Episcopal, que “tomará as medidas adequadas”.

O secretário da CEP afirmou a expectativa de que “surjam elementos” no estudo da Comissão Independente para que a Igreja possa “continuar a tomar medidas e medidas novas para que este flagelo, este drama se erradique da vida da Igreja o mais possível”.

“Queremos que seja na totalidade, mas ninguém pode assegurar toda a certeza disso”, lembrou, acrescentando que os bispos estão “prontos para agir” em funções das conclusões do estudo.

O secretário e porta-voz da CEP disse ainda que após a apresentação à comunicação social do relatório final da Comissão Independente para o Estudo de Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica, a 13 de fevereiro, o presidente da CEP fará um comunicado sobre o documento, na tarde do mesmo dia.

A Conferência Episcopal Portuguesa convocou também uma Assembleia Plenária Extraordinária sobre o tema da proteção dos menores na Igreja Católica para o dia 3 de março, em Fátima.

HM/PR

Partilhar:
Share