A valorização do património herdado, a sua recuperação e preservação tornam-se importantes quando em causa está o diálogo com futuras gerações e com a sociedade em geral. Não se trata de cuidar de bens móveis e imóveis apenas para que não se degradem mas porque a descoberta do seu significado pode levar mais longe a história do homem. Isso mesmo quer otimizar o projeto Thesaurus recentemente apresentado para congregar os inventários das dioceses aqui valorizado por D. Pio Alves, bispo auxiliar do Porto que integra a Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, e olha com maior cuidado para o património da Igreja.

Partilhar:
Share